Google+ Followers

Translate to:

terça-feira, 5 de maio de 2015

Vestidos de noiva - curiosidades e evolução

Parece um pouco estranho falar sobre este tema em uma comunidade crossdresser, mas como é sonho de toda mulher se casar, um dia,  em um vestido de noiva, fica a dica de leitura.

Créditos da reportagem - A arte de casar - Fábia Abrantes

Curiosidades de Casamento.
Algumas curiosidades.

Antes do século XIX, as mulheres se casavam com vestidos coloridos, pois eram aproveitados em outras ocasiões como em teatros, óperas, batizados. Predominava a cor vermelha, mas o que marcou mesmo, foi o casamento da rainha Vitória, inovando a tradição, que continua até hoje, utilizando a cor branca, que representa a pureza do amor dos noivos.

Vestido de casamento do século XVII na cor vermelha
Rainha Vitória, em seu casamento, no século XIX.

Assim, passou quase todo o século XX, quando os vestidos mais adotados eram o do tipo princesa, espelhando-se no casamento de Lady Diana, (eterna princesa).


Vestido da Lady Diana (in memorian)
Hoje, temos diversos tipos de vestidos, de acordo com a vontade da noiva. Basta ela escolher o que mais lhe agradará.
Um modelo de vestido de noiva curto

Modelo de costas à mostra
Um modelo com rendas
Estilo mullet
???
O buquê ou "bouquet" da noiva, conforme os antigos gregos, possuía uma mistura de ervas, grãos e alho pois acreditava que o alho afetasse os maus espíritos e os grãos e flores garantisse união frutífera. Na Polônia, acreditava-se que se colocasse açúcar no buquê, o temperamento da noiva manteria-se doce.



O anel de noivado, surgiu na Alemanha, dado pelo rei Maximiliano I, em 1477. Até o século XIII não havia aliança ou anel de compromisso. O papa Inocente III declarou que deveria haver um certo período entre a petição e a cerimônia de casamento. É comum, nos dias de hoje, ter o anel e depois a aliança.
A aliança significa um pacto, união. 

Algumas curiosidades sobre o casamento, em diversas culturas:

a) Conforme tradição hindu, a chuva no dia de casamento traz sorte aos noivos.
b) Na Índia, o irmão mais novo do noivo joga flores para protegê-los do mal.
c) Os franceses brindam os noivos com um copo especial com duas alças.
d) Na Alemanha, a noiva transporta sal e pão em seu bolso, e o noivo, grãos de cereais.
e) As ferraduras são símbolo de sorte, por ter formato de lua, símbolo da fertilidade.
f) No Japão utiliza-se o branco bem antes do século XIX.
g) Colocar um pouco de açúcar nas luvas da noivas adoça a união.
h) Acredita-se que o noivo tem que carregar a noiva no colo para que não seja vítima de maus espíritos que a aguarda em sua nova casa.
i) Os ingleses evitam casar no sábado, pois conforme folclore, dá azar.
j) No Egito, a família da noiva cozinha para que eles possam aproveitar o casamento.
k) A tradição das damas de honra vem dos romanos, para dar proteção aos noivos.
l) O bolo de casamento remete também à Roma, devido a representar a fertilidade (pão).
m) Na Suécia a noia coloca uma moeda de ouro e uma de prata nos sapatos para não faltar.
n) Uma safira num anel de noivado, significa felicidade conjugal.
o) Não peça um anel de pérolas, pois significa má sorte.
p) Um anel de aquamarina significa honestidade e lealdade, casamento longo e feliz.
q) Na Dinamarca os noivos trocam de roupa entre si para confundir os maus espíritos.
r) A despedida de solteiro vem dos espartanos, faziam com grande festa.
s) Em Portugal, usava-se preto como vestido de noiva até o século XIX.
t) O véu da noiva é de origem greco-romana, para proteger a noiva.
u) O bolo empilhado partiu de uma brincadeira de noivos que tentaram beijar-se por cima de um bolo que ficava cada vez maior.
v) A expressão "dar nó" em um casamento vem dos egípcios e hindus e significam quando a mão dos noivos eram atadas em sinal de união.
w) A noiva ficar à esquerda do noivo é de tradição anglo-saxônica pois cria-se que as noivas precisariam da mão direita do noivo para espantar as concorrentes.
x) Os primeiros padrinhos eram guerreiros, normalmente amigo dos noivos, tinham que defender a noiva de antigos raptores.
y) No Egito, as mulheres beliscavam a noiva no dia do casamento para dar sorte.
z) O mês de junho é popular para casamentos, pois havia um deus romano que se chamava Juno, e que simbolizava o casamento, nascimento e do coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário